Arte em toda parte

Interferencia quadrado

A arte ocupa frestas e rachaduras, dá liga, agrega, recupera feridas. A arte resignifica, dignifica, acentua, atenua, transforma. Mesmo quando quebrada ou pisoteada, resiste como arte transformada. A Vênus, picotada ou rasgada, ainda nos remete à beleza. A arte só se ressente do descaso, e não é por acaso, pois a arte quer ser vista, pulsante, presente, em toda parte, em toda gente. A arte sempre acha um meio de seguir em frente.

Raro de Oliveira – agosto de 2014.
Projeto de interferência visual no cotidiano.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s