Amigo é casa II

Amigo é casa II trata-se de uma amizade antiga e sempre renovada com o Glaucio. Genial compositor, coração gigante como balão de ar, sempre a um milímetro de estourar em sorriso ou lágrima. Mais um personagem rondoniense e grandemente brasileiro, apesar dele ter nascido mesmo é na Bolívia. Viva a América Latina! A foto, acompanhado da sua filha Una, foi tirada no Rio Madeira (vejam a cor desse rio), o peixe estava por chegar. Do Glaucio e sua filhota ainda poderia dizer algumas centenas de palavras, mas acho que será melhor dito por ele em sua verve poética: “a melhor seiva que pude arrancar desse pé de letra”. Salve Glaucio!

* Ah, ia esquecendo, “Amigo é casa” é uma expressão roubada do show da Zélia Duncan com a (ressuscitada) SImone. A letra dessa música vocês podem conferir em um clique. Ah, em tempo, a composição é de Hermínio Bello de Carvalho e do genial Capiba.

Anúncios

Amigo é casa I

Novamente em Rondônia estive em Cacoal, e fui recebido por amigos de lá. Da família Okabayashi, destaco Katuo que vai na foto, que sempre tem uma boa surpresa nas mãos. Destes momentos de muito trabalho ficam os intervalos cheios de graça e exotismo. Exotismo parece uma palavra demasiada grande para a situação, mas não é. Lá quase todas noites terminam com bons peixes e bons vinhos, vê se faço isso todo dia? Ao cair da tarde, quando o sol nos dá uma trégua é hora de tomar um belo sorvete de tapioca, que lá tem o melhor do mundo, e não é o da pracinha, tem uma outra loja na avenida que huummmm…. Mas se assunto é peixe, vide pequeno dourado, o chef é Katuo, que faz o melhor peixe da região. Cacoal existe, mas só existe na alma-casa dos amigos.